domingo, março 01, 2009

Antiga João Pessoa

O centro histórico – e berço – de João Pessoa (nascida a 12 de agosto de 1585 e sucessivamente batizada como N.S. das Neves, Filipéia, Frederikstadt e Parahyba) fica às margens do rio Sanhauá, que serpenteia até o litoral próximo, passando por entre grandes extensões de belos manguezais. Esse antigo bairro tem muito em comum com Olinda e Salvador: ladeiras, casarios, casarões e igrejas. Com o crescimento da cidade em direção ao mar, o velho centro deixou de ser importante e decaiu século a século. Mas, ironicamente, o abandono que viveu garantiu que muitos daqueles edifícios seculares chegassem aos nossos dias, temporariamente protegidos da selvageria do mercado imobiliário (um pouco como ocorreu como o Recife Antigo e sua zona portuária). Hoje, ainda bastante degradada, a área recebe investimentos para que possa se consolidar como o importante núcleo histórico, cultural e turístico que está vocacionado a ser, um bairro onde a memória e a tradição de um povo podem ser vivenciadas e preservadas. Que seja assim.










































































































































































6 comentários:

Biagio Pecorelli disse...

hauhauha... me deu vontade de sair correndo por essas ladeiras, querido!
não conheço o lugar. só assim , agora.

olhe.. vim retribuir a visita no meu novo blog, me emocionei muito quando li seu comentário. Tu tens uma importancia muito grande no meu pequeno deus, no meu zero, meu mundo, meu apocalipse e recriação, no meu zero, no meu mundo, apocalipse e recriação, no meu zero, no meu mundo...

Obrigado, Lipe.

Beijo enorme.
e saudade da gota.

Deia disse...

Que lugar lindo, Felipe!!
Bom, suas fotos ajudam tb :)))
Fiquei intrigada com o leão (em metal) asteado igual bandeira!
muito mágico!

Renata disse...

que lugar, Phílips!
que fotooooooooossssssss
é o Brasil que o Brasil não conhece, rsrsrs

Luiz Felipe Botelho disse...

Foi tudo sincero, Bi.
Na verdade, estamos todos muito orgulhosos dos teus textos.

Saudades também. Aparece quando puderes.

Luiz Felipe Botelho disse...

Oi Deia!
Pois não é, menina, aqueles leões do norte lá na Paraíba... Dá o que pensar.
bjão

Luiz Felipe Botelho disse...

Rê!!!
Tu por aqui!!!
Pra tu ver, nem eu conhecia esse Brasil direito. E JP está a apenas cento e dez quilômetros daqui...
bjão e saudades