domingo, agosto 19, 2007

Música estranha

Foi esse o nome de um pequeno grande festival de música que aconteceu por aqui na semana passada. Música estranha por que? Porque foge do comum, pela complexidade que, através dela, emerge de elementos tão simples. Estranha, enfim, porque surpreende na sua beleza, harmonia, originalidade. Foram três dias de apresentações dos quais registrei o segundo, mais especificamente o trabalho de Orlando Nascimento, amigo com quem trabalhei há alguns anos e percussionista da banda Cefaléia Titânica. Por suas ligações com o teatro (Orlando é também bonequeiro e cenotécnico), seu trabalho solo ganha ares de uma encenação músico-teatral, na dinâmica corporal sintonizada com outros artistas e com filtros de barro, pedaços de ferro-velho, eletrodomésticos e até o assoalho do palco. Na oitava foto, a galera toda que se apresentou nesse mesmo dia. Quem souber os nomes de todos da foto, manda pra mim aqui que eu coloco.







































































































































































10 comentários:

Mariana Mesquita disse...

Eu s� conhe�o Orla, pessoa t�o linda... Que bom saber que os puros de cora�o se encontram pelo mundo, ahahaha.

Beijo pra tu.

Felipe disse...

Orla é um figuraço mesmo, Mari.
Os trabalhos dele sempre me encantam.
E com o mundo agitado como é o nosso, nas sacudidas que ele dá os puros acabam se encontrando mesmo. :)
Beijão pra tu também

Mariana Mesquita disse...

Falando nisso, encontrei Cíntia ("Tchory"?) no banheiro do Extra. Muito engraçado, muito bom.
Quero ver você, qualquer hora.
Beijo!

Felipe disse...

Ahahahahah!
Que lugar invocado para se encontrar alguém. É isso aí. Engraçado e, por conta de quem se encontrou com quem, muito bom. Cês são duas figuras demais de queridas. Acho que até o cheirinho que sempre tem, se tinha na hora, sumiu na luz do encontro.

E eu aqui caladinho, sem querer prometer nada por conta da minha dificuldade de planejar espaços e tempos para encontrar amigos (as brechas aparecem de repente, fica difícil programar). Quem sabe a gente não se vê de repente, também, antes de se encontrar de propósito? Se puderes, vai no lançamento.

Beijão!

Tommy disse...

Ouxe, Mestre Lipe, que surpresa encontrar Orlando trelando experimentos. Legal isso... ^^

Ouxe2: Que lugar pra se encontrar CynthiaMaria hahhhahaha

Beijim,
Tommy

Felipe disse...

Ouxe 1, Tommy, Orla é um danisco da silibrina. Inventa até o que nem passa nas ventas.

Ouxe 2, aquela não é Cynthia, criatura de Jesus! É a comadre Fulozinha! :)

Beijão

Felipe disse...

Eitcha, Tommy!
Misturei as coisas!
Misturei um banheiro com um desenho! Eheheheheh

Orlando Nascimento disse...

Felipe,
Que fotos lindas!!
Que grande presente!!!!!
Agradeço o carinho!

Que blog legal você tem!
E ainda encontro aqui palavras de Borboleta
(Mariana Mesquita pra quem não sabe),
e Tommy (que não quer + saber de mim...buá!!!!!!)
Que coisa boa esses encontros! (mesmo que virtuais)

Cheiro grande!
Muita paz!
orlando

cristina moreno disse...

parabens pelo evento da musica estranha e pelas lindas fotos. axé. e uma otima semana felipe. e para todos que estao por aqui. cristina moreno

Felipe disse...

Valeu Cristina!
Abração pra ti e obrigado pela visita.