domingo, agosto 26, 2007

O segredo da arca de Trancoso

Dia 4 de setembro (terça-feira) às 19 horas no salão de festas do SESC Santo Amaro, vai acontecer o coquetel de lançamento de O segredo da arca de Trancoso, segunda peça minha publicada na coleção Teatro de Papel das Edições Paulinas. A exemplo de Menino Minotauro, dessa mesma coleção, a obra também conta com as belas ilustrações de André Neves. O novo livro é sobre uma criança como outra qualquer que se vê com a responsabilidade de cuidar de uma arca misteriosa e cheia de poderes, cobiçada por ladrões e até por criaturas sobrenaturais. Pois, apareçam lá no lançamento. Na vida real, a trajetória desde a criação até a publicação dessa peça é cheia de lances bacanas, envolvendo muitas pessoas amigas e instituições, e isso também será revelado e comemorado na ocasião.









































































27 comentários:

maristela disse...

lipe, parabéns. quem escreve teatro para crianças com amor merece o céu. bj

Patricia disse...

Irmão! Tu é um danado, faz as coisas e guarda tudo dentro da arca... PARABÉNS

Felipe disse...

Meu coração sorriu com teu carinho, Maristela.
Beijão.

Felipe disse...

Oxe, guardo nada, Patita. O que vai aparecendo eu vou botando no mundo. Quem quiser pegar, pega. eheheheh! Adorei a festa que você fez quando soube. Obrigadão.

Anônimo disse...

Mais uma peça publicada!!! Parabéns, Lipe. Tu és um arretado. Estarei lá, para me encontrar com Zabelinha, Matilde, Felipe, Botilde.... e todos os outros que vão aparecer. Beijo. Greyce

Tommy disse...

Ahhhhhhhhhhhh
eu quero eu quero eu quero

:))))

Parabéns, Mestre Lipe!!!
Agora, deixa eu te dizer assim bem baixinho que sei lá porquê, a última ilustração me lembrou de uma pessoa mui querida ehehhehe

Beijim,
Tommy

Fábio Pinheiro disse...

Tô bôbo! Quero ler! As ilustrações são magníficas!

Felipe disse...

Ah, Greice, já são dez anos, sabia? Ainda não consegui os contatos de Ana Paula, Graça Belarmino e Ricardo. O que é que eu faço, mulher? Tomara que eles vejam os avisos e apareçam sem precisar de convite.
Beijão

Felipe disse...

Parece com ela, não é, Tommy? Mas não é não, apesar do cabelo ser superparecido.
Beijão

Felipe disse...

É mesmo, Fábio. Além do texto, que sei que você vai gostar pelo tipo de enfoque que ele faz, o trabalho do André é belíssimo. Meu outro livro nas Paulinas tb foi ele quem ilustrou, o "Menino Minotauro". Vale a pena procurar conhecer também outras obras dele, como "A caligrafia de Dona Sofia" e "O monstro monstruoso da caverna cavernosa".

Anônimo disse...

Parabéns pela obra Lipe!!! Muito sucesso à você.
Beijos grande
Patricia peres

Felipe disse...

Obrigadão, Paty!
Beijão pra ti também!

Anônimo disse...

Felipe, foi muito especal aquela noite no sesc, cheia de recordações, simbologias e significâncias... fiquei muito feliz em compartilhar daquela "abertura de arca", literalmente. E foi muito legal a presença dos atuais alunos do Curso Regular, sentindo-se parte de uma história tão bonita e fértil. Esta cidade precisa muito de você!!!
Bjs
Gal

Felipe disse...

Que carinho bom de acolher!
Também gostei muito de te ver por lá, Gal. Fiquei inclusive feliz de saber que o curso do SESC hoje está sendo coordenado por você. Lamentei não saber disso antes, para celebrar isso de viva voz, para todos, porque esse fato é mais um ramo dessa árvore de acontecimentos unindo todos nós através do tempo e do espaço. A gente se conhece há bastante tempo e as histórias da gente também vivem se cruzando. Todas essas coisas são imensas, belas. Olhar para isso me emociona.
Grande beijo

samanta disse...

me sinto tao orgulhosa e tao chorosa por nao poder ter ido te prestigiar meu grande amigooooo


to com tanta saudade...chega doi o peito...
qndo apareces?

seu livro ja ta nas livrarias???
tem um grupo em sp querendo textos bonitos.....quero mandar o seu posso?

saudadeeee
te amo

sam

Felipe disse...

Te amo também, Sam!!!

Fica triste não. Distância de amigo é coisa física. No coração a gente tá juntim. Parece tapeação de quem também está com saudade, mas nenão. A gente só se separa daquilo que não está na gente ou nunca esteve - o mais fica pra sempre! Com ou sem distância.

O livro está nas livrarias, mas nem sempre está em todas. Se não tiver, encomende na livraria de sua preferência.

E sim, claro que pode mandar meu texto pro pessoal de Sampa. Avisa somente que, se quiserem montar, entrem em contato comigo, ok?

To louco pra ir por aí já faz um tempo, mas o bicho trabalhadeiro pegou por aqui e nem minha mudança consegui terminar - tem pilhas de coisa ainda pra trazer da casa de meu pai. To só de olho aguardando uma brechinha pra aparecer por ai.

Manda lembranças minhas a todos.
Beijo grande
Felipe

Anônimo disse...

Olá Lipe!
Sou Anielizabeth, ilustardora de literatura infantil e também figurinista. Conheci seu trabalho através de Taveira Junior e Andre Neves, dois amigos muito queridos meus. Sou encantada pelo seu Menino Minotauro. Tanto que na minha especialização em Literatura Infantil estou fazendo uma pesquisa sobre o Minotauro a partir deste livro.
Super beijo e meu carinho!
Obrigada por nos brindar com obras tão belas e cheias de significado.
Meu e-mail é: anniebcruz@terra.com.br
Também tenho um blog: papodeilustrador.terra.com.br

Felipe disse...

Oi Anielizabeth!
Fico muito feliz com sua visita e agradeço suas palavras. Menino Minotauro tem um lugar especial nas minhas memórias.
Taveira e André tb são pessoas muito queridas e que compartilharam momentos importantes em minha vida.
Beijo grande

Camila disse...

Luiz Felipe,
Adorei o " O Segredo da..", estou faz\endo um resumo dele e gostaria de saber qual termo vc usaria para definir o tema. Quando vi que poderia perguntar para o próprio autor achei que seria fantástico! Minha professora sugeriu tame: viagem, mas eu acho que esse não é o tema...
Obrigada!
camilapaj@yahoo.com.br

Luiz Felipe Botelho disse...

Sabe que eu nunca me preocupei com isso, Camila? Por que será que a sua professora acha isso necessário? Definir o tema? Não pode ser uma frase? Algo como "peça inspirada em diversos contos de literatura oral"? Bom... que tal "rito de passagem"?
Boa sorte.

Camila disse...

´Ha que bom me respondeu,,!! Minha professora não se preocupa tanto com isso, mas acontece que fazemos resumos técnicos para pesquisadores, que vão entrar no site da Cátedra UNESCO de Leitura da PUC Rio. Ou seja,estamos colocando o resumo, a abordagem , o gênero e falat definirmos o tema. Vou te mandar o resumo já já.
Bjsss ( ta precisando atualizar seu blog com novidades para nós leitores!!)

Camila disse...

Gênero dramático. Peça de Teatro. Tema: viagem. Menino recebe a missão de uma feiticeira: levar uma arca ao destino certo. Sem saber o motivo e a quem levar a caixa, ele sai em uma jornada e encontra personagens que cobiçam a caixa e seu conteúdo. Só com o uso da esperteza e do tempo como aliado, consegue cumprir sua peripécia. Recursos de humor. Abordagem filosófica. Focalização no universo da literatura oral nordestina, inspirada nas histórias tradicionais de Trancoso, que envolvem personagens sobrenaturais e situações que misturam fantasia e realidade.

Está bom assim

Luiz Felipe Botelho disse...

Entendi, Camila. Nesse caso "viagem" é bacana, mas se for só isso fica meio incompleto, não acha? Fica faltando um adjetivo que qualifique o tipo de viagem (turismo, negócios, reencontro, penitência). Sugiro "viagem de aventuras" ou "viagem arquetípica". A segunda sugestão talvez seja até mais apropriada, pois a trama realmente aborda o "rito de passagem" da infância para a adolescência, o que se evidencia tanto na trajetória de amadurecimento do menino/rapaz quanto na de Zabelinha.

Sobre o blog, andei viajando a trabalho e sem condições de atualizá-lo, mas estou de volta e farei isso hoje mesmo.

Espero que tenha ajudado nas suas dúvidas. bjão

Bruh disse...

pois é galera!!!!!
demais essa obra!!!
...eu so um aluno de teatro, e eu e meu grupo estamos apresentando esatamente essa peça!!!!!
gostaria muito que vocês vissem o nosso trabalho!!!
...muitoh bom texto

juliafailde@hotmail.com disse...

Felipe e André estou fazendo essa peça no colégio,e está ficando um sucesso. Se se interessar pode mandar um e-mail que passo os dados do local,o nome do grupo e etc. Agradecemos muito ao seu livro que ampliou de maneira extraordinária nosso trabalho de jovens atores e atrizes.
Obrigada Júlia Failde.

Nanda disse...

Olá Felipe, primeiramente parabéns pela peça teatral, é muito legal.
Vim aqui pedir uma ajudinha, faço teatro e escolhemos a sua peça para representar, fiquei encarregada pelo figurino, gostaria de saber como você imaginou as roupas dos personagens quando os escreveu ! Farei o papel da Matilde, e é uma grande honra, desde já muito obrigada !!!

NANDA disse...

Olá Felipe, primeiramente parabéns pela peça teatral, é muito legal.
Vim aqui pedir uma ajudinha, faço teatro e escolhemos a sua peça para representar, fiquei encarregada pelo figurino, gostaria de saber como você imaginou as roupas dos personagens quando os escreveu ! Farei o papel da Matilde, e é uma grande honra, desde já muito obrigada !!!