domingo, maio 04, 2008

Serra das Paridas

Descoberto há poucos anos, o sítio arqueológico de Serra das Paridas é uma das mais recentes atrações da Chapada Diamantina, com suas quase dez mil pinturas rupestres espalhadas em sete áreas. O nome do lugar decorre dos vários desenhos de figuras femininas grávidas encontrados numa das áreas. Mas, de todas as imagens que existem ali, uma delas chama mais a atenção por lembrar o E.T. do filme de Spielberg e surpreende tanto pela semelhança quanto pelo desenho circular feito sobre ela, lembrando um disco-voador. As excursões partem de Lençóis pela agência Volta ao Parque e incluem visita à fazenda Os Impossíveis (com direito a lanche e almoço típicos) e caminhada de hora e meia (ida e volta) à Cachoeira do Mosquito e seu cânion de 60 metros de altura em meio a vegetação exuberante.









































6 comentários:

Aleksandra Pereira disse...

Lipe, querido, mas é um lugar ainda mais bonito que o outro!

Que delícia, que deleite!

Ontem pensei tanto em ti que quase lhe ouvi, veja só!

Beijo grande.

Felipe disse...

Querida Alê, bom é rever teu sorriso por aqui.

São bonitos esses lugares, né? Gosto tanto dessas referências do interior. Não sei o que ainda estou fazendo numa capital.

Beijão

Ana disse...

Lipe
Diz que vc tomou banho naquele rio, de águas clarinhas!
Tomou, né??

Felipe disse...

Oláááá Ana Roccana,
há quanto tempo!
Sim, tomei banho naquelas águas cristalinas. Não é um rio, mas uma piscina de água mineral. A maioria dos rios da Chapada tem água cor de chá mate por artes da vegetação ribeirinha (e do alto teor de tanino). Mas essa água mais escura também é limpa e potável (cuidado apenas quem tem sensibilidade ao tanino, pode dar dor de barriga...).
Bjão

josé carlos de oliveira lira disse...

Legal, Felipe! Não conhecia ainda essa sua faceta com uma câmera.
Parabens! Fotos ótimas. Um abraço
do amigo,

Lirovysky!

Felipe disse...

Obrigado, Lirovsky!
Estava doido que v. visse as fotos do Trupi. Acho que ficaram mesmo bem legais.
Abração
F.