domingo, setembro 07, 2008

Oceanário de Aracaju

Com um olhar atento à recepção do turista, Aracaju (SE) hoje tem um dos mais bem sucedidos projetos de urbanização de praias no Nordeste. Em Atalaia, por exemplo, onde antes havia um extenso e desértico areal, hoje existe toda uma bela estrutura que abrange desde ciclovias, calçadões e jardins até casas de show, sorveterias, restaurantes, bares e... um oceanário! Mantido pelo Projeto TAMAR, esse concorrido zoo aquático é uma versão um pouco menor daquele que existe na Praia do Forte (BA), a 70 km de Salvador. Ainda que tímido, se comparado a instituições similares na Europa e nos Estados Unidos, este Oceanário de Aracaju demonstra o lento mas concreto despertar de nosso país para algo que os estrangeiros já sabem há séculos: cultura é algo bom, que atrai atenção, aumenta a auto-estima do povo e, sim, se bem cuidado pode dar muito, mas muito dinheiro mesmo. É nessas horas que me lembro de como os europeus capitalizam cada traço de sua herança cultural, sobretudo porque AMAM sua cultura. Já no caso dos EUA, um país que não tem um milésimo da tradição cultural brasileira, me vem à mente Walt Disney, quando começou a carreira, ridicularizado por investir dinheiro na imagem de um ratinho. E nós aqui tentando imitar os trejeitos e exterioridades dos estrangeiros, ao invés de imitar-lhes a atitude diante do que lhes pertence. Ainda perdemos tempo precioso tentando ser o que não somos e dando as costas para o poder que temos, às vezes até destruindo-nos um pouco a cada dia, a nós e à imensa riqueza à nossa volta.



















































5 comentários:

Marcio Bernardes disse...

Lindas fotos Felipe. Eu vou fazer um retiro de 8 dias com o Lama, mas vai ser numa cidade a 96km de Recife, acho que não consigo te ver. Me passe seu email para que possamos manter contato. O meu é mar_bernardes@yahoo.com.br

Abração

Luiz Felipe Botelho disse...

Valeu, Márcio.
Um retiro com o lama? Que massa! Acho que vai ser muito especial.
Te mando o meu e-mail pelo endereço que indicaste.

Aleksandra Pereira disse...

Lindo, Lipe!
Rapaz, adoro água. Era o que eu mais sentia saudades quando não morava aqui. É que falta tempo, mas moro perto da praia, dá pra ir andando sossegada, sentindo cada vez mais perto aquele cheirinho de mar...

É Bão...

Beijo grande, não havia visto essa sua nova foto, tá lindão!

Luiz Felipe Botelho disse...

Ah, falaste tudo, Alê.
Adoro água, mar, cachoeira, as cores, o som, o aroma que essas forças têm. Não vejo o mar sempre por aqui, apesar de ser litoral, mas trabalho às margens do rio Capibaribe, que é lindo - apesar da sujeira que ainda jogam nele. Quando quero relaxar, basta deitar olhos nas águas passando devagar...
Bjão, saudades.
P.S.: Pois é, mudei a foto. Só não mudei o visual do blog de novo porque não tá dando tempo.

Luciana Pinto disse...

^Fê, meu amor... as fotos estão maravilhosas como sempre. Dispensam maiores rapapés!
Mas minha menina gostou mesmo foi dos peixes. Brinque com os peixes fazendo pose pras tuas lentes!
Parece até que sabiam o tempo todo que viriam pra net e daqui pro mundo.
Vida longa aos peixes e a vc, é claro!
Daqui da RPA 3 acho que a maior novidade é não ter novidades maiores. Estou curtindo o dia a dia com suas sutilezas.

Beijos, saudades...