domingo, outubro 11, 2009

Apareceu a Margarida!

Na verdade apareceram três Margaridas. É que, na proposta do encenador José Francisco Filho, três atores se desdobram para dar corpo à neurótica, ensandecida, assustadora e, sobretudo, gozadíssima professora da obra de Roberto Athayde. Aqui ela é interpretada pelos endiabrados Aurino Xavier, Eduardo Japiassu e Flávio Luiz. O texto é de 1973 e celebrizou-se por usar o universo da sala de aula para expor o autoritarismo do regime militar. É verdade que, apesar dos cuidados da produção e direção, o texto ainda soa datado como exposição de um contexto. Contudo, visto como uma metáfora sobre a dinâmica da "formação de opinião" que se generaliza através dos meios de comunicação, é extremamente atual. Assim, mesmo que possa aparentar ser apenas um pretexto para instantes de diversão descompromissada propiciada pelo talento dos comediantes da Trupe, a força do seu conteúdo deixa muito o que pensar. A produção é da Trupe do Barulho, grupo que em 2009 completou 18 anos. A peça também conta com a participação especial do ator Jô Ribeiro e está em cartaz no Teatro do Parque, às sextas, 20h.










5 comentários:

Anônimo disse...

Ah se eu pudesse assistir...
Saudade dessas boas obras dessa terra.

Dri disse...

ah seu eu pudesse assistir...

..::Blog Oficial Eduardo Japiassú::.. disse...

Meu ídolo e toda trupe do barulho como sempre arrasando!
Só perdi apenas 1 espetáculo...
Eles são demais!!!
Parabéns pelo blog Luiz Filpe Botelho! Seus 2 blogs estão maravilhosos!!

Luiz Felipe Botelho disse...

Em breve, Dri, quem sabe...

Luiz Felipe Botelho disse...

Gleyce, agradeço suas palavras carinhosas. Também admiro o talento e a garra de Edu e da Trupe. Bom te receber por aqui.
Apareça quando quiser.
beijão
Felipe