terça-feira, abril 24, 2007

PET shock



















Eu estaria mentindo se não confessasse que, em tempos de aquecimento global, eu ficaria mais tranquilo se visse um out door dizendo: "em breve, a maior usina de reaproveitamento de lixo do mundo".

6 comentários:

TARCIO VIU ASSIM disse...

Que tipo de desenvolvimento?
Sustentável, certamente não é.Infelizmente.
-
Abraço sertanejo, cumpade.

Felipe disse...

Pois é, cumpade...
As palavras nas propagandas podem ser tão ambíguas quanto as intenções que se escondem por trás delas.
Abraço ilhado deste recifense perplexo.

Leonardo disse...

Então, Sócio, releve a minha ignorância e por favor me explique o que é uma fábrica de pet??? :-S

Felipe disse...

Pelo que sei, sócio, PET (Poli Etileno Tereftalato) é uma resina derivada do petróleo muito usada para fabricar garrafas de refrigerante. É um produto bastante festejado e muitissimo procurado, tanto por facilitar manuseio e transporte dos produtos que pode acondicionar, como pelas possibilidades que ele oferece como material reciclável. Maravilha, desde que haja uma população educada para a reciclagem. A maioria desinformada (ou revoltada ou descrente) continua enchendo os rios com PETs. Dai os meus receios. Também reconheço que não é fácil fazer o mundo mudar, os hábitos mudarem. Por isso fico inquieto por um tempo, depois passa. Quem sabe se eu fizesse de conta que não me incomodo com essas coisas? Aí eu não seria eu. Melhor aceitar o pouco que faço no dia-a-dia como o muito que posso dar para esse mundão que amo tanto e que me dói ver ameaçado de tantas formas com tanta gente legal junto com ele.

Leonardo disse...

Hahaha!!! Pet... é mesmo... me lembro aí no Brasil de neguinho falando em mercearia: "Me dá um "peti" de coca-cola!" hehehe... havia me esquecido.

Como diria o Colbert: "Have you seen the new planet? Drive that Hummer all you want!"... :-s

Abraço,

Felipe disse...

Ih, sócio, agora é minha vez de pedir pra relevar minha ignorancia e traduzir a frase do Colbert. Só entendi a primeira parte, o que num caso destes não significa muita coisa :)
Abração