sexta-feira, junho 16, 2006

Ops!


Chuvas torrenciais, rios ladeira abaixo, ribanceiras que desabam, corrida de obstáculos, trânsito que pára a si mesmo e a todo mundo, norte desnorteado de quem não reconhece o caminho de casa por entre as cortinas de água.

2 comentários:

Marco Negromonte disse...

Lipe,

Só você mesmo para fazer esta magnífica relação entre o fundo e a forma, o corredor e cavalete, com a fluidez das águas. Um grande abraço mano !

Felipe disse...

Grande e sensível Marco,
e não é que tu viste o mesmo que vi, mano? Abraços e meu carinho pra ti, Terê e as crianças.