sexta-feira, setembro 29, 2006

Oráculo
















Mãe Samanta tudo vê, Mãe Samanta tudo sabe. Consulte o Oráculo Mimético de Téspis, ele dirá o que você precisa ouvir. Desfaça malfeitos, desate nós, desencalhe encalhes e abra as portas e janelas fechadas da sua vida: Mãe Samanta tudo faz porque Mãe Samanta tudo pode.

Brincadeirinha, gente. Samanta é uma aluna-atriz muito dez que fotografei num dos espaços da mesma exposição que a Renata (a da máscara) participou.

6 comentários:

Leonardo disse...

Tenho un nozinhos aqui precisando desatar, será que ela ajuda?? ;)

PS. O Indizível já está de volta! :)

Felipe disse...

Ahahahahah!
Só experimentando pra saber.

Vou lá no Indizível agora ver como é que está a casa nova. ;)

Ana disse...

Foto lindaaaa!
Maior clima...

Elis disse...

Ai que susto, pensei que vc ia patrocinar uma tendinha virtual pra ela! ;o)
'brigada pelo carinho, ele já tá bagunceirão que só, novamente. Mas que meu coração quase parou, ah... nem te conto!
Bjão!
Ps: adorei o lance com a iluminação da foto... Por sinal, quando eu entender um tiquinho de iluminação, já ficarei feliz!!!

Felipe disse...

Também gostei. Muito teatral.
Era uma instalação cheia dessas velas, com um forno de barro ao lado como se fosse um oratório. Samanta sentou para descansar sob um refletor que havia no espaço e quando ouvi as pessoas comentarem 'que cena bonita', eu me dei conta e fotografei.

Felipe disse...

Ahahahahah!
Eu imaginei que podia dar essa idéia. Eu nem ia colocar a explicação no final, mas achei que ela podia se zangar e aí...
To contente de saber que o Pipe está de volta às trelas. É difícil mesmo lidar com essas situações, especialmente quando é uma criança tão pequetitinha e que conta com a gente para segurar a onda dela.
Bjão
P.S.: Ah, também entendo pouco de luz. Ainda escorrego muito na hora de trabalhar com contra-luzes num ambiente escuro. A luz costuma estourar além do satisfatório. Mas gosto muito de efeitos de luz. Quero trabalhar mais com isso. Gosto muito de interiores de casas antigas, especialmente de taipa ou de barro, que tem muito por aqui pelo nordeste, telhados de barro com brechinhas por onde passa a luz. É uma resenha pra fotografar, mas quando rola, fica lindo.