terça-feira, fevereiro 06, 2007

Cortina de teatro



















Parece alguma outra coisa que não sei exatamente o que é.

15 comentários:

Maroto disse...

nervuras de folhas?

Felipe disse...

Lembrei, urubua. Cicatrizes. E eu achava a foto bonita, mas tinha algo que me incomodava. É isso que ela me recorda. Cicatrizes que ficam quando a pessoa leva pontos.

Mas parece algo vegetal, também. Nervura de folhas, casca de árvore...

Leonardo disse...

sei... e onde você fumou essa tinha prá beber também???

Aleksandra Pereira disse...

Eu antes olhava cicatriz como coisa feia, mas mudei o olhar após a minha primeira cirurgia. Tinha aquele ar de sobrevivente, tinha tanto medo de que fosse algo ruim...

Hoje olho a cicatriz e penso em história. A da minha primeira cirurgia, a de quando cortei o joelho levando o lixo, a no cantinho da testa após cair de um cano e sangrar como doida... me lembram que eu tô viva.

Beijo grande.

bia disse...

Felipe,
Fui lá na Nures. Bacana! A edição de número 5 ainda não está disponível. No número 4 tem um artigo sobre corpo, gestualidade e teatro a partir dos ritos da umbanda. Legalzinho. Tou lendo aos poucos.

Aêêê, Alê, gostei demais! "La que tiene las cicatrices". É isso aí, menina!

bjs
bia

TARCIO VIU ASSIM disse...

Cortina de teatro é um negócio mágico e lembra esses sentimentos associados à magia da arte de representar: expectativa, suspense, curiosidade, pompa, grandiloquência, criação...
-
Abraço sertanejo, meu bom baiano.

Felipe disse...

Não recorri a artifícios exógenos, sócio. Meu caso é patológico. :)

Felipe disse...

O que me incomodava, Alê, era mais o fato de ter algo ali que eu não sabia o que era do que o fato de ser uma cicatriz. Tenho problemas com elas, não. Tenho várias e rola isso mesmo, a idéia de marca de guerreiro. Guerreiro pirralho e presepeiro.
Beijão pra tu também.
:)

Felipe disse...

Legal, Bia!
Tu foste lá na Nures em pessoa ou pela net?
Bjão

Felipe disse...

Mistérios teatrais, né, Tárcio? Cortina de teatro é feito o papel que embrulha um presente.
Abração baiano pra ti

Aleksandra Pereira disse...

Mas cortina de teatro é algo mágico e misterioso mesmo. É um poder que o cinema só consegue grudar na película se foi muito pensado, amado, dedicado.

E ainda não com a mesma força.
É uma área que quero voltar a me aventurar e aprender, de verdade.

Beijo

Patricia disse...

Adorei essa definição de cortina de teatro. A mesma expectativa e emoção que tenho ao abrir um pacote de presente, sinto no momento em que as cortinas começam a se mover....:)

Felipe disse...

Foi nisso que pensei quando escrevi a frase, Patita. Esse encanto da surpresa, do que está por vir.
Beijão

Alma Campeira disse...

Olá, meu nome é Silvana de Oliveira, sou de Cambará do Sul-RS. Procurava cortinas de teatro para colocar no clube da cidade, para fazermos "teatro" pro Natal. Somos uma cidade pequena e o que mais me alegrou aqui foi que, na campanha prum natal mais bonito o teatro tava na cabeça de todos. Então como já fiz teatro, todo mundo ficou me pedindo pra gente fazer uma peça. Aceitei a empreitada, mas vi que nem palco nós temos. Comecei a viajar em cortinas, luzes, em todo o mistério do palco e a grande alegria que é fazer teatro. O povo aqui tem muita vontade, mas nenhuma experiencia. Estou tentando ajudar, com a pouca experiencia de atriz. Enfim tenho muita coisa pra fazer e nenhum dinheiro. Achei legal a conversa de voces,será que me ajudariam a fazer um natal mais bonito na minha cidade? como? me dando idéias de cortinas, coxias, luzes, sei lá coisas recicladas, dicas, conselhos, o que faço, não faço, fico no aguardo, meu emai: almadoutromundo@gmail.com,
abraços.

Alma Campeira disse...

Acho que vai dar certo, meu pedido de ajuda.