segunda-feira, julho 17, 2006

Água

Quanta água sai pelo nariz de uma criatura gripada - no caso, este que cá escreve. Falando em líquido, está aí uma caixa dágua centenária da RFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A.), em São Félix (BA). Viajo nessas criações. Fico pensando em nós, contemporâneos e ultratecnológicos, nos contentando com caixas dágua em série. O que terá se perdido nessa fissura por modismos?.

2 comentários:

Ana disse...

Espero que a gripe desta criatura que aí escreve tenha ido embora.
E que a inspiração para fotos & textos permaneça! :)

Felipe disse...

A gripe continua, mas está menos aquática. Quanto à inspiração, tô me virando :) :) :)
Estou melhor, sim, Ana. Valeu o carinho.
Beijão