sexta-feira, julho 07, 2006

Mix bacana
















Acho um barato essa mistura de coisas antigas, tradicionais ou artesanais (a casa, os azulejos, a placa entalhada) com coisas modernas (uma loja de bicicletas), de português (Santo Antônio) com inglês (Bike Ciclo!!!), tudo convivendo junto sem pretender - nem necessitar - descaracterizar um ao outro. Ah, bem que isso podia ser uma prática, ao invés de ser exceção...

2 comentários:

Ana disse...

Adorei!
Aqui em Pelotas, o comércio tem mudado as fachadas das casas antigas, principalmente no centro da cidade. Uma pena..
Olha como ficaria bonito se eles fizessem suas placas de acordo com as fachadas, preservando e valorizando a maravilhosa arquitetura que existe aqui...
Um pouquinho de bom gosto e de bom senso fariam toda a diferença!

Felipe disse...

Sua cidade é linda, Ana. Como te falei de outra vez, fiquei surpreso com a influência européia da arquitetura dos antigos prédios e praças de Pelotas. É de entristecer saber que esse patrimônio não é valorizado nem respeitado.
Lá no Recife, também, antigos bairros residenciais, cheios de casas acolhedoras, desaparecem para dar lugar a um monte de arranha-céus, atulhando a cidade, roubando a visão do horizonte, aquecendo o clima, desumanizando as ruas (que ficam escuras, cheias de paredões), sobrecarregando as redes de esgoto e o sistema viário. Chamam isso de progresso. Se esse tipo de crescimento é bom para a cidade, como alguns dizem, por que é que tantas pessoas têm casas no campo e nas praias? Por que há tantas pessoas que se mudam para a periferia ou para mais longe? Bom gosto e bom senso, como você bem pontuou, são muito bem vindos numa situação dessas.