segunda-feira, agosto 07, 2006

Luzeiro
















Nada como descobrir(-se) um farol quando a gente (não) se vê num nevoeiro.

2 comentários:

Ana disse...

O que vc falou faz tanto sentido: quando não nos vemos, descobrir um farol é uma bênção!
Que bom que existem amigos-farol que dizem palavras que nos mostram o rumo, que nos dão uma luz! As vezes eles nem têm consciência do que representam em nossa vida, por isso gosto de falar "obrigada"!

Felipe disse...

Obrigado, Ana!!!!!
Gostei. Amigos-farol são mesmo tudo de bom, sobretudo nos nevoeiros.