sábado, dezembro 09, 2006

Namoro



















Depende de como você vem na rua
ver o namoro do coqueiro com a lua.

10 comentários:

Mariana disse...

Uau, que imagem mais linda!

Paty disse...

Lipe, será que este namoro lindo do coqueiro com a lua dará certo, sendo ambos de natureza tão diferentes? Ahhhh....vou torcer para que dê, porque a imagem ficou impressionante.
A foto lá no meu blog foi tirada por um amigo meu, estavamos juntos e ele sacou que a foto ficaria legal.Beijos e bom fds.

Aleksandra Pereira disse...

Ah, Paty, pode até não dar certo, mas será bom para eles.

O coqueiro fica lá, de pescoço quebrado olhando a lua, redonda, brilhante,que está aqui e em vários outros lugares para inúmeros outros olhares...

... e a lua, lá de cima, enamorada pela suavidade do coqueiro ao vento, em sua árvore de raízes profundas e sombra aconchegante em um dia de sol forte (que ela imagina que ele faça, nunca saberá). Cansou desse vida de eterna desejada, quer mais é desejar alguém e ser feliz, mesmo sendo impossível. O pior é nada desejar.

Beijos.

marcia disse...

nah. a lua é muito volúvel.

Felipe disse...

Tu gostou, Mari? Também gostei.

Felipe disse...

Bom, Paty, como isso acontece na dimensão do imaginário - afinal, luas não namoram com coqueiros - na minha imaginação eles se casam e vivem felizes para sempre.

:D

Ótimo finde pra ti!!!

Felipe disse...

Alê, contadora de histórias!
Amei sua versão.
Beijão

Felipe disse...

Volúvel ou trabalhadora? Pra mim ela é daquelas que não param quietas, movendo-se o tempo todo, em seu giro sem fim, tomando conta dos mares da terra. Move-se, mas nunca abandona. Muda, mas sempre retorna.
Dá pra ver como eu amo essa lua, pinta?

Jannine L'Amour disse...

Foto linda como sempre Felipe! Olha qd eu estive em salvador (terra que eu amo) a primeira vez soube da Conceição da Praia, pense na minha felicidade...em qualquer lugar que eu chegue eu sempre procuro saber se tem uma igreja consagrada a Nossa Senhora da Conceição. Beijo grande e saudades.

Felipe disse...

Olá, Jan! Não sabia de sua devoção. Pois é, tem N S da Conceição aqui tb. Conceição, concepção, a padroeira da criação, da maternidade, do acolhimento daquilo que crescerá e dará frutos.
Beijo grande