sábado, novembro 11, 2006

Breve



















A flor é o trailer do fruto.

12 comentários:

Ana disse...

Cores exuberantes!

Perfume exalando e denunciando a beleza da criação...

Mariana disse...

Adoro essa flor. É a cara de Recife, concorda?
Beijo pra ti.

paty disse...

A imagem é bela, perfeita, porém não sei explicar o pq ela me trouxe nostalgia.Beijão e até breve.

Felipe disse...

Beleza denunciada é aquela que estava escondida. Ana, isso é transbordamento de poesia, falando dos tempos presentes. Há que se estar pronto para garantir que a beleza continue a florescer em paz.
Beijo do seu amigo recifense.

Felipe disse...

Concordo, Mari. Minha avó tinha um muro cheio dessa plantinha. Forma uns cachinhos. Dá uma saudade.
Beijo grande.

Felipe disse...

Valeu, Paty!
Acertaste em cheio. Na resposta que dei pra Mari está explicada a nostalgia que você captou.
Beijão!

Aleksandra Pereira disse...

Adorei a frase, meu querido. É realmente lindo olhar uma semente e saber que aquele grão minúsculo nos oferecerá sombra, flores, frutos. É no que a natureza mais me encanta, o quanto de vida existe nos menores detalhes!

Beijo, bom final de semana!

Tommy disse...

Gosto do contraste: a força da cor intensa com a delicadeza da forma insinuante. ^^

Por que, às vezes, somos tão ásperos? Devíamos ser assim... BREVES...

Beijim,
Tommy

Felipe disse...

Pois então, querida Alê. Quando me perco da vida, no tumulto desse nada avassalador, é nos detalhes que reencontro a vida e tudo (e todos) que a fazem - nisso, enfim, me reencontro.
Beijo e um domingão belo pra ti
E pra quem leu este texto aqui tb.

Felipe disse...

Aê, Tommy, saudades!
De uma só vez, arrasaste filosofando e fazendo poesia. E de uma forma breve.
Beijão pra ti

fatima a7 disse...

Flipo ,, so tu mesmo pra uma frase dessas
Tu é meu IDALO
eu sempre digo eu conheço alguem que é genio : Felipe Botelho.
Lindo inteligente , sensivel.. oh que saudade desse abraço !!
beijissimo

Felipe disse...

Ah, Farofartista querida, minha fã em reciprocidade...
fale em saudade, não.
Dez mil abraços pra ti, Lu, Gabriel e pro povo todo da MMP.