quarta-feira, novembro 22, 2006

Fauna urbana I

Tesoura de beija-flor só corta papel de bobo.

14 comentários:

Leonardo disse...

Vai entrar pro time da Ana com beija-flor particular??? :)

Vivien disse...

tb tô falando de bichos hoje...rs

TARCIO VIU ASSIM disse...

Poeta porreta.
Abraço! :-)
Beijo! ;-P

Aleksandra Pereira disse...

Um beija-flor entrou em casa um dia, deveria estar machucadinho, não conseguia acertar o caminho de volta, desesperado. Minha mãe o pegou, de tão pequeno escondido na mão, e o deixou na janela. Foi embora, e nunca mais voltou, eu acho. O que me marcou, mais do que aquela pequenina aparição, foi minha mãe. Minha mãe já teve sangue-frio para espantar morcego, até para espantar ladrão, tudo para defender as filhas. Mas a emoção, o olhar dela ao sentir o diminuto e disparado coraçãozinho do beija-flor em sua mão, não tem preço que pague essa lembrança.

Beijo

Felipe disse...

Já to dentro, Léo! :)
Tem uma planta no andar de baixo que vive cheia de passarinhos, incluindo esse da foto.

Felipe disse...

Eu fui lá na Mãe Joana e li teu post, Vi! Gostei muuuuuuuuuuito.
Foi o mesmo que ter sido apresentado à Renildes.

Se gostam de cachorros, vão lá conhecer a Renildes, amigos! Não vão se arrepender.

Beijo grande

Felipe disse...

Verdade, Alê.
É isso mesmo. O coração bate a mil por hora, sem falar que eles não pesam nada, como se fossem feitos de brisa.
Beijo

Felipe disse...

Valeu, Tárcio, multiartista! :-D
Abração pra ti!!!

Paty disse...

Lindo beija-flor Lipe! Amei a foto.
Estou te pedindo socorro lá no meu peregrina.Beijos

Felipe disse...

Já fui lá!
Ninguém merece aquilo. :) :) :)
Legal é que você falou pra ela o que ela deveria ter feito: conter o "facho" e esperar amanhecer o dia, né? Haja paciência!
Se reincidir, kit PQP nela! :D
Bj.

paty disse...

oh...brigadu Lipe, vou ver com a Alê,rssss. Até já me acostumei com esses "filhos", mas é que estou numa fase de tolêrancia 0,rssss.bjim

Ana disse...

Lipeeeeeeeee!!!!!!!

Que lindooooo!!!!!!!!!!


Eu fiz papel de boba tentando fotografar o "meu" beija-flor!! Hehehehhe!

Beijão!

Felipe disse...

Tás certa.
Pra tolerância zero, remédio é se cuidar muuuuuuuuuito carinhosamente.
Bjão

Felipe disse...

Sabia que tu ias gostar, Aninha!
Ah, não fizeste papel de boba. Teria feito se nem tivesse tentado. :)

Só consegui fotografar esse usando o zoom e depois ampliando no fotoshop o pedacindo onde ele aparece. Eu tava a uns dez metros do bichinho...

Beijão