terça-feira, novembro 14, 2006

Sonho


Mel adormeceu no centro de uma metrópole e sonhou que voava num céu xadrez azul desbotado.

14 comentários:

Mariana disse...

Que linda. Quem é?

Felipe disse...

Também adorei essa foto. Tem umas que a gente tira que não cutucam tanto. Essa me cutucou.

Agora, quem é? Hummmm. A que 'quem' te referes? Bom, vou eliminar todas as possibilidades: quem fez a foto e o texto fui eu e o cão (que na verdade é uma cadela) é a Mel, que mora no andar de baixo.

Beijo

Leonardo disse...

Protesto:

Assim não dá!!! É céu azul, é mar azul, até azulejo que já é azul no nome tem que ser azul na cor... e eu aqui nestes dias cada vez mais cinzentos até pelo menos abril... :-/

[]s

PS 1. Pergunta ao Flip do Liperama: Você gosta de jogar Fliperama????

PS 2. Perdão pelo idiótico PS1

Felipe disse...

Aaaaaaah! Então é por isso que voltou a chover por aqui! Chove desde sexta, sem parar! Nunca imaginei que podia ser um macumba canadense! :D

E SIIIIMMMMM! Gosto de Fliperama! Até tinha um no micro, mas deletei... Bons mesmo são os mais palpáveis, com aqueles ruídos e luzes todas.

[]ão

Vivien disse...

gostei! olhar de artista transforma, felipe...bacana!

Aleksandra Pereira disse...

É um pássaro? Um avião? Não, é a Mel voando no céu xadrez da imaginação!

Concordo integralmente com a Vivien, quanta diferença faz um olhar inspirado para a vida, meu querido. Queria saber para onde segue Mel em seus vôos no azul do céu, mas como diz Marina Colasanti, "o viajante é o destino".


Beijo

Ana disse...

Será que voar num céu xadrez azul desbotado é um sonho possível??

Se é este post deveria estar no Indizível!!

:P

Felipe disse...

Obrigado, Vi.
Beijo pra tu

Felipe disse...

Ahahahahah!
Lindo, Alê.
Já pulei do primeiro andar da casa de meu pai com uma toalha nas costas achando que ia voar como o superhomem. Só torci o pé, ainda bem.
Para onde a Mel vai nesses vôos, hem? Eu acho que qualquer um de nós pode imaginar como essa história continua. Desconfio que essa tal de Imaginação seja irmã gêmea daquela outra - como é o nome dela, mesmo? - ah, lembrei: Liberdade. Duas figuras. Não adianta definir nem enquadrar, elas estão sempre achando um jeitinho de escapar, com a ajuda daquele outro cara que você falou, sim, esse mesmo, o Destino... :D
Beijo

Felipe disse...

Oi Aninha!
Gostei da tua idéia e fui correndo falar para a Mel colocar o sonho dela no Indizível, mas ela latiu pra mim dizendo que aquilo não era sonho, já era realidade. Ai eu sorri e me calei. Ops. ;D
Beijo grande

Thelma disse...

Que foto legal!

Felipe disse...

Obrigado, Thelma.
Bom te ler por aqui.
Beijão

paty disse...

A imagem fala sozinha.Desejo que o sonho da Mel se torne realidade, pois sinto que ela esta cansada de sonhar em vão.Bjus meu caro.

Felipe disse...

Também compartilho com essa tua torcida pelos sonhos da Mel, Paty.
Beijus